IGREJA VIVA

O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. Eu te bendirei enquanto viver, e em teu nome levantarei as minhas mãos.(Salmos 63:3-4)

Um capelão de um hospital mantinha um registro de 2.000 pacientes que estavam aparentemente em estado terminal e mostravam sinais de arrependimento. Mas ele observou que dos que ficaram curados, apenas dois apresentaram uma mudança acentuada em sua vida espiritual após a sua recuperação. Em outras palavras, quando as pessoas pensaram que estavam morrendo, elas se lembraram de Deus, mas quando se recuperaram, esqueceram-se d'Ele.

Talvez você tenha tido uma crise recentemente e isso lhe marcou. Lembre-se de invocar a Deus. Lembre-se de colocar a sua confiança n'Ele. Muitas vezes pedimos ajuda a Deus, mas não Lhe damos nada em troca. O que você pensaria de uma pessoa que sempre lhe pede ajuda e favores, mas nunca tem tempo para lhe agradecer?

Uma coisa é dar graças quando as coisas vão bem. Mas também devemos dar graças quando as coisas não vão bem. O Salmo 63, um dos meus favoritos, foi escrito num momento em que Davi estava no exílio no deserto, fugindo de seu filho Absalão, que queria matá-lo e assumir o trono. Davi era um homem idoso neste momento. Contudo, no meio de sua angústia e dor pessoal, ele escreveu: "O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. Eu te bendirei enquanto viver, e em teu nome levantarei as minhas mãos" (versos 3-4).

Louvor e adoração, às vezes, podem ser um sacrifício, porque não queremos fazê-lo. Isso pode acontecer porque estamos deprimidos ou porque as coisas não vão bem. Mas a Bíblia não diz que devemos dar graças ao Senhor apenas quando nos sentimos bem. Ela diz: "Dêem graças ao Senhor porque ele é bom; o seu amor dura para sempre" (Salmo 107:1). Às vezes precisamos de uma mudança de perspectiva.
Reviewed by Pastor Ivo Costa on junho 15, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.