Conhecendo o Espírito Santo



Objetivo
Conhecer o Espírito Santo através da simbologia relacionada à sua pessoa na Bíblia Sagrada.

Mudança De Vida
Buscar o Espírito Santo, tendo em vista suas características, a fim de ter uma experiência pessoal jamais vivida.

Estudo Bíblico – Romanos 8.1-11
1 Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. 2 Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. 3 Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; 4 Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. 5 Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. 6 Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. 7 Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. 8 Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. 9 Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. 10 E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça. 11 E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.

INTRODUÇÃO
Na bíblia sagrada, no antigo testamento, as manifestações do Espírito de Deus estão mencionadas em vários pontos, tais como:
No inicio de tudo, antes da criação do mundo. Conforme Gênesis 1. 1-2 “No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”.
Na criação, no momento de Deus fazer a sua mais perfeita criação: o homem, a participação do Espírito Santo é confirmada por meio da expressão “façamos”. Veja Gênesis 1. 26 “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra”. 
No período Pré Pentecoste, que compreende desde o momento da criação até a descida do Espírito Santo na festa dos Pentecostes, O Espírito Santo descia sobre os homens temporariamente a fim de capacitá-los para algum serviço específico e os deixava assim que a tarefa estava cumprida.  Um exemplo é o de Bezalel, relatado no livro do Êxodo 31, onde Deus o encheu do Espírito, dando-lhe talentos, habilidade, inteligência, conhecimento em todo o artifício, para inventar obras artísticas, e trabalhar em ouro, prata e bronze, para a lapidação de pedras preciosas, para o entalho de madeira, para todo tipo de labores. 
No período Pós Pentecoste, iniciado com a descida do Espírito Santo na festa de Pentecostes, o Espírito Santo desceu e faz morada naqueles que estão em Cristo de forma continua. Veja 1 Coríntios 6. 19 “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?”.




Simbologia Do Espírito Santo. 
Os símbolos oferecem quadros concretos de coisas abstratas, sendo que os símbolos do Espírito Santo também são arquétipos, ou seja, um personagem, tema ou símbolo comum a várias culturas e épocas, exemplo: em todos os lugares, o vento representa forças poderosas, porém invisíveis; a água límpida que flui representa o poder e refrigério sustentador da vida a todos os que têm sede, física ou espiritual; o fogo representa uma força purificadora, como na purificação de minérios, ou destruidora, frequentemente citada no juízo. 
Tais símbolos representam realidades intangíveis, porém genuínas, conforme se observa a seguir:

Vento.
A palavra hebraica “ruach” tem amplo alcance de entendimento. Pode significar "sopro", "espírito" ou "vento", é empregada em paralelo com “nephesh”, cujo significado básico é "ser vivente", ou seja, tudo que tem fôlego. A partir daí, seu alcance desenvolvese ao ponto de referir-se a quase todos os aspectos emocionais e espirituais do ser humano vivente. A palavra grega “pneuma” tem um alcance quase idêntico ao de “ruach”. O vento, como símbolo, fala da natureza invisível do Espírito Santo, pois se podem sentir seus efeitos, mas não se pode vê-lo. Veja João 3. 8 “O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito”. 



Água.
Tal como o fôlego, é necessária ao sustento da vida. O fôlego e a água são vitais na hierarquia das necessidades físicas humanas e são igualmente vitais no âmbito do Espírito. Sem o fôlego vivificante e as águas vivas do Espírito Santo, a vida espiritual não demoraria murchar e ficar sufocada. 
Jesus prometeu rios de água viva referindo-se ao Espírito Santo, veja João 7.37-39 “E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. E isto disse ele do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; porque o Espírito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado”. 



Fogo.
O                  aspecto purificador do fogo é refletido claramente no dia de Pentecostes, onde são "línguas de fogo" que marcam a vinda do Espírito, conforme Atos 2. 3 “E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles”.
 É necessário não parar de buscar a Deus para que esse fogo se mantenha acesso, Veja Levítico 6. 12 “O fogo que está sobre o altar arderá nele, não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o holocausto e sobre ele queimará a gordura das ofertas pacíficas”.



Azeite.
Pedro, em seu sermão diante de Cornélio, declara: Atos 10.38 “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele”. 
Na história bíblica desde os primórdios, o azeite é usado primeiramente para ungir os sacerdotes de Yahweh, e depois, os reis e os profetas. 
O                  azeite é o símbolo da consagração divina do crente para o serviço no reino de Deus.  Veja 1 João 2.20-23 “E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas. Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade. 5  – Porque a pomba é um símbolo do Espírito Santo?em é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho. Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai”. 
A unção com azeite sobre os enfermos traz uma ação curadora através do
Espírito Santo. 



Pomba.
O                  Espírito Santo desceu sobre Jesus em forma de uma pomba, segundo o relato dos quatro evangelhos. A pomba é a tipologia da mansidão e da paz, tal qual o Espírito Santo. Veja Mateus 3. 16-17 “E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo”.



IDENTIFICANDO COM O TEMA


1  – Qual a participação do Espírito Santo em seu processo de Salvação?

2  – Quais talentos você acredita que Deus lhe deu através do Espírito Santo?

3  – O que significa para você ser o templo do Espírito Santo? 

ESTUDO BÍBLICO

1  – Qual característica do vento se aplica ao Espírito Santo?

2  - Qual relação existe entre as águas vivas do Espírito e a vida Espiritual? Comente.

3  – O que é necessário para manter o fogo do Espírito sempre aceso?

4  – O que simboliza o Azeite?

5  – Porque a pomba é um símbolo do Espírito Santo?

Conhecendo o Espírito Santo Conhecendo o Espírito Santo Reviewed by Pastor Ivo Costa on julho 19, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.