ARTIGOS GOSPEL

Sobrecarga de conhecimento

Eu me junto a muitos que ficam maravilhados com a vasta quantidade de informação que temos disponível em segundos. Quando éramos crianças, íamos à biblioteca pesquisar qualquer coisa que não estivesse em nossas enciclopédias em casa. Agora, fico on-line, uso um mecanismo de pesquisa e posso classificar vários tipos de material antes que você possa soletrar a enciclopédia.

Você consegue pensar em algo que não pode aprender indo online? Eu não posso. Nós olhamos para o nosso smartphone ou outras telas digitais e nossos olhos se abrem para a infinita oferta mundial de conhecimento - o bom e o ruim. Não é o bem que nos incomoda - é o mal. Nós não viramos a página da enciclopédia e encontramos pornografia, violência e todos os tipos de maldade. Mas clicamos em nossas telas de computador e as encontramos - às vezes por acidente e às vezes de propósito. Ele é propagado em programas de TV e filmes populares, inteligentemente injetados nas letras das músicas e sedutoramente colocados nas capas das revistas.

Ao lamentar os grandes problemas que assolam nossa sociedade como resultado de ter quantidades competitivas de mensagens morais e imorais que nos atacaram, ocorreu-me: a árvore no meio do jardim do Éden é a árvore do CONHECIMENTO do bem e do mal. mal!

Da Bíblia

Vamos dar uma olhada nessa história novamente:

O Senhor Deus colocou o homem no Jardim do Éden para cuidá-lo e vigiá-lo. Mas o SENHOR Deus o avisou: "Você pode comer livremente o fruto de todas as árvores do jardim - exceto a árvore do conhecimento do bem e do mal. Se você comer seus frutos, certamente morrerá". Gênesis 2: 15-17 NLT

A serpente era a mais astuta de todos os animais selvagens que o SENHOR Deus havia feito. Um dia ele perguntou à mulher: "Deus realmente disse que você não deve comer a fruta de nenhuma das árvores do jardim?"

"É claro que podemos comer frutas das árvores do jardim", respondeu a mulher. "É apenas o fruto da árvore no meio do jardim que não podemos comer. Deus disse: 'Você não deve comê-lo ou tocá-lo; se o fizer, você morrerá'".

"Você não vai morrer!" a serpente respondeu à mulher. "Deus sabe que seus olhos serão abertos assim que você os comer, e você será como Deus, conhecendo tanto o bem quanto o mal."

A mulher estava convencida. Ela viu que a árvore era linda e sua fruta parecia deliciosa, e ela queria a sabedoria que lhe daria. Então ela pegou um pouco da fruta e comeu. Então ela deu um pouco para o marido, que estava com ela, e ele comeu também. Naquele momento, seus olhos se abriram e de repente sentiram vergonha de sua nudez. Então eles costuraram folhas de figueira para se cobrirem. Gênesis 3: 1-7 NLT

Mais sobre o pecado original

Eu não acho que sou a única pessoa que lutou com essa história em algum momento. Eles comeram a fruta. Eles não caíram mortos. Ela queria sabedoria e depois de comer, ambos sabiam que estavam nus. Não parece tão ruim assim.

Mas as verdades de Deus são muito mais profundas do que a compreensão superficial de Suas palavras. Antes de comer o proibido, eles estavam destinados a viver para sempre - nunca experimentando a morte, nunca experimentando a eterna separação de Deus, nunca cometendo pecado.

Antes, eles só acreditavam e obedeciam a Deus. Eles eram puros e inocentes. Uma vez que eles pecaram e sabiam que estavam nus, sentiram vergonha. Antes disso, os humanos não conheciam a vergonha ou qualquer outra emoção negativa. Antes disso, o relacionamento deles com Deus era de pura confiança e adoração. Antes disso, o homem estava feliz por estar em comunhão diária com o Senhor, não tendo nada a esconder. Ele deveria cuidar de um jardim que se autoperpetua, nomear os animais e reinar sobre eles. O homem não foi criado mudo; ele foi criado à imagem de Deus. Ele foi criado com inteligência além da dos animais e brilhante o suficiente para conversar e obedecer a Deus. O conhecimento que Adão e Eva tinham foi ordenado por Deus, perfeito e puro.

Então, querer saber tudo possível foi nossa ruína. Tanto Deus como Satanás sabiam que isso poderia ser a nossa ruína. Deus queria nos proteger disso e Satanás queria que nós o tivéssemos. Começou há milhares de anos, e aqui estamos hoje recebendo um dilúvio indesejado do conhecimento do bem e do mal. Está sendo derramado em nossas vidas a taxas sem precedentes. Estamos experimentando uma precipitação nuclear da busca pelo conhecimento. Está queimando nossa moral. Deus sabia que isso aconteceria. Ele só queria que soubéssemos bons, Seus caminhos bons e santos.

O que podemos fazer agora?

Não podemos desfazer o que foi feito, mas podemos colher uma verdade importante a partir disso: pode-se confiar em Deus para saber o que é melhor para nós! Mesmo quando não entendemos a Deus, devemos obedecê-lo. Ele conhece a grande figura! Ele não é um para soletrar tudo para nós. Não teria sentido Adão e Eva se Deus os tivesse colocado e dito, “… e não apenas isso, no século 21 as famílias poderiam ser inundadas com imagens e histórias de todo o mal do mundo através de suas televisões. , computadores, rádios, etc ... até mesmo uma criança pequena vai ver e ouvir essas coisas. ”Ele não deveria ter que soletrar para nós; Ele é Deus!

Provérbios 3: 5 diz: “Confia no SENHOR de todo o teu coração; não dependa de seu próprio entendimento ”. Suas verdades serão evidentes para todo o mundo algum dia. Por enquanto, devemos simplesmente fazer como o popular hino antigo diz: "Confie e Obedeça".
Sobrecarga de conhecimento Sobrecarga de conhecimento Reviewed by Pastor Ivo Costa on setembro 17, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.